Rádio JOVEM PAN

101.5. Jovem Pan Dracena

Ouvir

Rominho Braga não se importa com piadas por não ter um dedo: “nunca peguei pilha”

por Jovem Pan, . - Atualizado em

Rominho Braga participa do Pânico; veja fotos

Rominho Braga estará no Comedians, em São Paulo, a partir de junho com o show

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Rominho Braga estará no Comedians, em São Paulo, a partir de junho com o show "Adivinha Quem É?"

Rominho Braga no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Rominho Braga no Pânico

Rominho Braga no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Rominho Braga no Pânico

Rominho Braga no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Rominho Braga no Pânico

Rominho Braga no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Rominho Braga no Pânico

Rominho Braga no Pânico

Fonte: Johnny Drum/ Jovem Pan

Rominho Braga no Pânico

Rominho Braga estará no Comedians, em São Paulo, a partir de junho com o show "Adivinha Quem É?"
Rominho Braga no Pânico
Rominho Braga no Pânico
Rominho Braga no Pânico
Rominho Braga no Pânico
Rominho Braga no Pânico

Prestes a estrear seu show solo de stand up em São Paulo, Rominho Braga passou pelo Pânico na Band nesta quarta-feira (17) e, ao ser apresentado como “o único comediante sem um dedo do Brasil”, afirmou não se importar com as piadas.

O humorista perdeu o dedo quando ainda era criança, aos 11 anos. Desde então, ele nunca se incomodou com gracinhas. Inclusive, ele mesmo usa a situação em seus shows. “Na escola meus amigos me respeitavam, mas quando saía uma piada eles ficavam preocupados. Eu nunca peguei pilha então sempre foi na brincadeira”, falou.

Rominho contou que perdeu o dedo anelar da mão direita quando estava tocando a campainha da casa de sua tia. Logo que pulou para alcançar a campainha, o anel que usava no dedo enroscou em um gancho abaixo.

“O dedo caiu no chão. Meus pais me levaram pro hospital, mas não deu pra reimplantar”, lembrou ao contar, com bom humor, que sua mãe guardou o dedo no congelador por algum tempo. “Ela não conseguia acreditar”.

A falta do dedo nunca foi motivo de trauma para Rominho e a forma como lida com a situação, fazendo piada em seus shows, até ajudou outras pessoas que também perderam algum membro.

“Recebi muita mensagem de pessoas que ficaram ‘depressivas’ por não terem um dedo ou algum membro falando que acharam demais como eu brinco com isso e como isso ajudou eles a superar”, contou.

Nascido em Belém do Pará, Rominho veio para São Paulo, o “centro do stand up”, para continuar na carreira que surgiu de forma despretensiosa. “Eu nunca fui o engraçadão, foi uma surpresa”, disse ao lembrar que descobriu o stand up através de um vídeo de Rafinha Bastos.

De lá para cá, depois de vários shows gratuitos somente para mostrar e testar seu show, e papeis em que se aventurou como ator, como no “Politicamente Incorreto” de Danilo Gentili, o comediante negou que o stand up esteja próximo de seu fim.

“A fase inicial do stand up deu uma iludida na galera porque era muita febre e eram poucos que ganhavam muito dinheiro. Já se esperava que a cena ia cair, mas hoje ela se estabilizou”, avaliou. “Com a internet, voltou a crescer”, falou.

A partir de junho, Rominho vai estar no Comedians, em São Paulo, todas às terças-feiras para apresentar seu show “Adivinha Quem É?”.


Tags da Pan

Comentários